Descobre aqui tudo o que aconteceu nas Thursdays with Impact de Fevereiro.

Dedicamos este mês de Fevereiro ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (doravante ODS) 5 – Igualdade de Género. Para a concretização da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas foram delineados 17 ODS que são imperativos para um futuro sustentável, de forma a promover esta Agenda a Casa do Impacto organiza, mensalmente, as Thursdays with Impact, sessões dedicadas ao ODS em foco nesse mês.

O ODS 5 visa alcançar a igualdade de género e capacitar todas as mulheres e raparigas. Descobre mais aqui.

A 4 de fevereiro, à Diretora da Casa do Impacto, Inês Sequeira, juntaram-se Diana de Almeida Rafael, Founder da The Minimal Magazine, projeto da Comunidade da Casa do Impacto, Joana Paredes Alves, co-Founder da APlanet, e Selinay Filiz Parlak, co-Founder da BlueDot, para uma conversa dedicada a todas as mulheres do ecossistema do Empreendedorismo de Impacto.

Em Thursdays with Impact | Women in Impact foram partilhados alguns dados recentes relativos à igualdade de género em Portugal.

O que está bem?

– No Índice de Igualdade de Género 2020 do Instituto Europeu para a Igualdade de Género, Portugal ocupa o 16º lugar no ranking. Em 2015 ocupava a 21ª posição, o que significa uma subida de 5 lugares

– No caso das pessoas que participam em processos de educação formal ou não formal, encontramos em Portugal uma taxa de 15,5% para as mulheres e 15,8% para os homens, muito próximas entre elas e próximas da taxa da UE de 16,2 e 17,2% respetivamente

– Mulheres economistas e deputadas têm mais probabilidade do que homens dessas áreas de apoiar políticas pró-ambientais

O que está ok?

– Quanto aos alunos que concluem o ensino superior em Portugal, as mulheres encontram-se significativamente acima da média dos homens, 21,7% para 15,3%, mas ainda longe da média europeia de 26,3% para as mulheres e 25,3% para os homens

O que está mal?

– No geral, as mulheres continuam a ganhar menos que os homens. Entre as pessoas com escolaridade baixa, média e alta, as mulheres ganham 28%, 30% e 25% menos que os homens, respetivamente.

– Existe até desigualdade de género na nossa resposta à crise climática. As iniciativas para reduzir e reciclar são predominantemente voltadas para as mulheres, enquanto os homens são mais propensos a confiar em soluções tecnológicas que ainda não foram testadas

Fontes: Programa Operacional Capital Humano e Centro Regional de Informação para a Europa Ocidental

“Muitos estudos recentes mostram que a fluência ou literacia digital ajuda a fechar a gender gap e nivelar as oportunidades para as mulheres no trabalho. Há um estudo muito recente da Accenture que afirma que se os governos e empresas duplicarem o ritmo ao qual as mulheres se tornam digitalmente fluentes, poderemos alcançar a igualdade de género no local de trabalho até 2040 nos países desenvolvidos e até 2060 nos países em desenvolvimento. Como podemos ver, a tecnologia é realmente um facilitador para eliminar a gender gap*”

Joana Paredes Alves, em Thursdays with Impact | Women in Impact (4 de fevereiro)

*tradução livre

Revê a conversa aqui.

A 18 de fevereiro, na sessão dinamizada pelo IES – Social Business School, parceiro-fundador da Casa do Impacto, Thursdays with Impact | Woman to Woman with Women2Women, Francisca Lencastre, Gestora de Comunidade, convidou Ana Lomba Correia, Embaixadora da Women2Women Portugal para uma talk acerca da importância de capacitar as raparigas, desde jovens, com as competências necessárias para compreenderem o seu potencial enquanto mulheres, em nada inferior ao dos homens, e no combate à discriminação baseada no género.

“Temos de reconhecer o privilégio de viver em Portugal. Estamos okay… mas ainda longe do desejável. Segundo o Fórum Económico Mundial, ao ritmo atual de mudança só daqui a 99,5 anos vamos conseguir atingir a igualdade de género. Tem havido mudança mas é insuficiente. É fácil cair no pessimismo mas o que queremos é inspirar à ação e não para nos sentirmos derrotados”

– Ana Lomba Correia, Embaixadora da Women2Women Portugal, em Thursdays with Impact | Woman to Woman with Women2Women (18 de fevereiro)

 

Com a definição deste ODS 5, a Agenda 2030 reconhece que promover ativamente a igualdade de género é um dos maiores desafios globais para atingirmos o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Não podes perder o resto da nossa programação de Fevereiro!

Queres estar a par de todas as novidades da Casa do Impacto, incluindo do nosso programa de eventos  mensal? Subscreve à nossa newsletter e segue-nos nas redes sociais – FacebookInstagramTwitter e Linkedin